Hugo Bonemer fala da experiência de dublar Freddie Mercury no longa sobre Queen

Chega nesta quinta, 1º, aos cinemas de todo o Brasil, o longa musical “Bohemian Rhapsody”, que pontua os principais momentos da trajetória de Freddie Mercury, líder da banda Queen, que marcou época a partir dos anos 70. A cinebiografia dirigida por Dexter Fletcher é estrelada por Rami Malek, que dá vida ao cantor, pianista e compositor considerado um dos maiores nomes da história da música.

A voz marcante que eternizou sucessos como a canção que dá nome ao filme, “We Are the Champions”, “Love of my Life” e “Under Pressure”, no filme conta com o suporte de Marc Martel, um cantor de rock canadense cuja voz é considerada idêntica à do vocalista, e que somada à registros originais da banda, garantem a perfeição da maioria das cenas de canto, já a voz falada de Malek no Brasil é dublada por Hugo Bonemer, conhecido de diversos musicais, entre eles “Ayrton Senna – O Musical”, onde recentemente interpretou o maior ídolo brasileiro do automobilismo.

Hugo Bonemer
Foto: Gabriel Félix

Em entrevista exclusiva ao B!, Hugo, que em 2016 dublou o personagem Tronco da animação Trolls, explica que trabalhar somente a voz é um exercício pesado para o ator. “Em animação a voz pode experimentar outra linguagem, mas em um live action o naturalismo não pode se perder e isso é muito difícil de executar”, conta ele, que elogia o trabalho de Malek para se aproximar ao máximo do timbre de Mercury.

Hugo, que em breve poderá ser visto interpretando outro roqueiro internacional, Bobby Darin, no filme ‘Minha Fama de Mau’, inspirado na vida de Erasmo Carlos, revela uma ligação curiosa e recente envolvendo a banda Queen, como se ele e o jovem Farrokh Bulsara – nome verdadeiro de Freddie – já estivessem conectados. “Recentemente, um diretor me procurou dizendo que precisávamos fazer um trabalho focado no Freddie Mercury e que ele sentia uma conjuntura entre a figura dele e a minha. Seria bom! (Pensei), Não por coincidência algumas semanas depois a Fox Film me convidou para um teste de dublagem justamente para este papel. Não acho coincidência. Acho que o diretor tinha razão. Gosto de acreditar que um personagem busque um ator. Me sinto honrado. Me sinto abençoado por ele, de alguma forma”, analisa.

bohemian-rhapsody-filme
Rami Malek é Freddie Mercury – Foto: Divulgação

E quando perguntado sobre os principais desafios que enfrentou para contar essa história, mantendo toda a sua essência e respeitando todas as memórias dos fãs, ele aponta os cuidados com as traduções e adaptações para o português.
“A tradução de termos e simbologias do inglês foi uma das partes mais trabalhosas e o Mario Menezes soube executar muito bem. Como por exemplo quando “Queen“ precisava significar “diva“ e fazer um trocadilho com a banda ao mesmo tempo. Ou quando dizer “You are the love of my life“ precisava fazer menção a uma das músicas mais famosas de todos os tempos e ao mesmo tempo ser a declaração de amor mais direta e simples. Meu desafio foi não atrapalhar o trabalho lindo que todos fizeram antes de mim, e deixar essa história acessível para milhares de brasileiros que não entendem o inglês. Para isso, contei com a direção de um gênio da dublagem, o ator e diretor Hércules Franco, que já dublou tantos milhares de personagens que eu amo, como o Capitão Cueca, e o Cérebro, de “Pinky e o Cérebro”.

.
O paranaense, que ao longo de sua carreira já estrelou musicais como “Bark! – Um Latido Musical”, “Hair”, da dupla Möeller e Botelho – brilhando como Claude em 2010, “Yank” e “Ordinay Days”, conta que foi com “Rock in Rio – O Musical” que viu despertar sua ligação com a banda britânica. O ator protagonizou em 2012 a produção que contava a história de um dos maiores festivais de musica do mundo, mas foi após um retorno especial do projeto, em 2016, que os laços se estreitaram.
Minha relação com o Queen começou de verdade no musical, que culminou em me apresentar com um elenco brasileiro lindão no palco mundo do Rock in Rio Lisboa e abrir o show do próprio Queen+Adam Lambert cantando “Love of my life“ ao final da apresentação”, lembra.

Hugo Bonemer - Rock in Rio
Hugo Bonemer como Alef em “Rock in Rio – O Musical” | Foto: Divulgação

A história de quase 50 anos de sucesso da banda, adaptada para as telas em 135 minutos, é resultado do trabalho dos roteiristas Justin Haythe e Anthony McCarten, e foca na ascensão do vocalista e em suas principais relações profissionais, afetivas e familiares, indo desde a formação da banda, passando pela descoberta da Aids, até o apoteótico show no concerto Live Aid, em 1985 – seis anos antes da morte Freddie, mas entre tantos acontecimentos Hugo consegue destacar sua parte preferida.
Meu momento favorito do filme é toda a sequência que começa com Freddie e Mary Austin assistindo na televisão a um show do próprio Queen, que por uma licença poética fez menção a imagens reais de mais de um lugar do mundo ao mesmo tempo, onde o Queen esteve, incluindo o Rock in Rio de 85. Funciona muito bem e o desfecho da cena me tirou várias lágrimas”.

Elegendo “Somebody to love” como a música mais especial do filme para ele, logo lhe ocorre a lembrança da emoção à ‘primeira ouvida’. Quando assisti ao Bohemian Rhapsody, o Hércules colocou, ao mesmo tempo que o filme, o show real feito em prol da África e eu pulava na frente da tela. É o mesmo show, a mesma imagem. Tudo reproduzido nos mínimos detalhes!” – fato este que, para Hugo, anda na contramão do que justificou o ator Sacha Baron Cohen, que inicialmente protagonizaria o filme, mas acabou se envolvendo em uma polêmica ao divergir com a banda e alegar que a produção era superficial.
“Eu entendo as motivações do Sacha, porque todo ator quer ir no personagem o mais fundo que puder. Mas esse filme não tem nada de superficial. O fato do Queen ter dito que queria um filme pra toda família foi suspeito, o trailer que mostrava Freddie na cama com uma mulher (Mary Austin, com quem se casou) gerou a expectativa de que estariam ‘de-gaying’ Freddie. Acalmem! Tudo tem um porquê. Eu seria o primeiro a sair do projeto se isso estivesse acontecendo e posso garantir: Que filme!”, defende Hugo.

Amante do cinema, não é apenas sua voz que está atrelada à sétima arte. Atualmente, Hugo apresenta um programa no canal Like, nos canais 530 da Net e da Claro TV. Ao lado da atriz Maytê Piragibe, dá dicas de entretenimento, especialmente sobre filmes, comentando sobre diversos títulos, das estreias aos clássicos mais antigos. O gosto pelo assunto lhe rendeu ainda uma função extra, de roteirista, que vem lhe conquistando fora dos palcos, ainda que esteja sempre buscando manter as duas coisas alinhadas.

Canal Like
Hugo Bonemer e Maytê Piragibe apresentam o Canal Like | Foto: Divulgação

“O canal Like é um projeto de anos, como tantos, que deu frutos. Apresentamos a proposta para a abertura de um novo canal na grade da televisão, com um nome que, pasmem, não havia sido patenteado. O Like se predispõe a sugerir às pessoas o que assistir e conta hoje com uma equipe de cinco roteiristas, chefiados pelo incrível Sylvio Gonçalves, que assina muitos sucessos do nosso cinema nacional. Recentemente passei eu também a escrever alguns deles. Já era obviamente um tema que me interessava estudar por conta própria, para entrar no projeto, mas agora com ele acontecendo com gravações semanais, faço do dia-a-dia da profissão uma rotina de estudo de cinema constante. Nunca sairei dos palcos, mas cada vez mais projeto pro meu futuro musicais em português eternizados pelas lentes do cinema. Por que não?”, sugere.

De férias do teatro desde o término da temporada paulista de “Ayrton Senna”, Hugo deve encerrar 2018 assim, embora envolvido com as filmagens da segunda temporada de “A vida secreta dos Casais”, da HBO, ele conta que já no início do ano pretende estrear algum novo projeto: “Estou à procura, vamos ver se eu encontro o personagem primeiro, ou se ele me encontra”.

Leia +: Bate-Bola com Hugo Bonemer
Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.