“Briamonte Convida” recebe Alírio Netto em show intimista

Depois de receber Andrezza Massei e Beto Sargentelli, o projeto “Briamonte Convida” recebe o cantor Alírio Netto, atual vocalista da banda Queen. O cantor se reúne  com o maestro no próximo dia 11 de junho para um show no Raiz Bar, em Pinheiros, São Paulo. A dupla, reunida pela primeira vez no palco, promete surpreender o público com uma composição exclusiva para a apresentação.

Alírio possui uma longa carreira dedicada à música, principalmente ao rock, gênero que alavancou sua carreira. Contudo, o artista conta ainda com algumas passagens pelo teatro, nos musicais “Jesus Cristo Superstar” no Brasil e no México, onde interpretou tanto o papel-título quanto o antagonista Judas Iscariotes. Outro musical em que atuou foi na montagem brasileira de “We Will Rock You“, ópera rock embalada pelas músicas da banda Queen, ambientado em um futuro distópico.

Alírio e Miguel se encontram no palco pela primeira vez
Alírio e Miguel se encontram no palco pela primeira vez

Já o maestro Miguel Briamonte possui uma vasta carreira na área da música, incluindo o teatro. Atual diretor musical residente na superprodução “O Fantasma da Ópera, Briamonte tem no currículo musicais como “Vitor/Vitória”, “A Bela e a Fera”, “Miss Saigon” e “Forever Young”.

Com produção da LAB Cultural, o projeto “Briamonte Convida” é uma série de encontros do maestro com diversos nomes do teatro musical brasileiro para apresentações menores, em clima intimisya e de proximidade entre fãs e artistas ao som de voz e piano.06

Onde: Raiz Bar – Rua Alves Guimarães 153 – Pinheiros – São Paulo

Quando: 11 de junho (terça-feira) | 21h

Quanto: R$55 (+ R$ 5,50 taxa) 1º Lote

*O valor do ingresso dá direito a entrada para o show.

Vendas: Site Sympla e à partir das 20h no dia do show (sujeito à lotação)

*Aceita cartão de crédito

Maestro Marconi Araújo inaugura studio em SP

Aconteceu na noite de ontem, 29, em São Paulo, a inauguração do “Studio Marconi Araújo”. Os convidados ali presentes, puderam conhecer o ambiente de 900 metros quadrados, perfeitamente estruturado para dar início a formação das novas vozes do país.

SMA
O primeiro Studio especializado no cantor, seja ele aspirante, amador ou profissional, contará com cursos específicos, de abordagem prática, direta, mais rápida e eficaz, ministrados por renomados profissionais, alguns deles, pupilos do maestro Marconi Araújo, e hoje, reconhecidos no gênero do teatro musical brasileiro, como Paula Capovilla (A Bela e a Fera, Evita, A Madrinha Embriagada) Alírio Netto (Jesus Cristo Superstar e vocalista da banda Age of Artemis), e também Leandro Lacava (Avenida Q, Meu Amigo Charlie Brown), Adriano DiSidney (Les Misérables, Avenida Q), Andreza Meddeiros e Paulo Santos (Crazy For You), Meghan Dawson (ganhadora do 12º Concurso Brasileiro de Canto Maria Callas), Nina Dutra (Cirque du Soleil, DR – Destruindo Relacionamentos, do Canal Sony), Beto Sorolli (Jesus Cristo Superstar), Tiago Kaltenbacher (O Fantasma da Ópera), e o pianista Fausto Ito.

“Eu gostaria de poder fazer o que eu fiz com essas pessoas, que agora são professores dessa escola, desse Studio… Professores que foram capacitados por mim e que estão completamente envolvidos no Belting Contemporâneo, que é o meu livro. Todos foram capacitados com provas práticas e teóricas para estarem aqui, ministrando aulas do mesmo jeito que eu fiz.
Temos profissionais incríveis trabalhando aqui, estrelas que eu criei e que agora andam sozinhas, e são motivo de muito orgulho para mim. Onze dessas estrelas estão dando aula aqui, e os alunos vão poder além de ter coaching individual com elas, ser avaliados por mim todos os meses, eles receberão orientação do maestro, na carreira e na voz, tudo será passado para o professor que trabalhará isso, e em seis meses a pessoa está pronta para fazer una audição, pronta para qualquer estilo”, afirma o maestro.

Os alunos poderão contar com coachings diversos:

  • Interpretação teatral para cantores
  • Dança para cantores
  • Prática para ensemble
  • Teoria musical e leitura à primeira vista para cantores
  • Dicção e IPA para cantores (International Phonetic Alphabet)
  • Piano para cantores
  • Regência para cantores
  • Composição Melódica e Improviso
  • Studio Opera (repertório e personagens)
  • Studio Musical Theater (repertório e personagens)
  • Canto para crianças / Musicalização
  • TEV – Técnica de Expressão Vocal
  • Dramaturgia para cantores

“Uma das marcas do estúdio é a velocidade, fazer com que o cantor vá rápido, que ele consiga rapidamente se profissionalizar. Uma aula que ensine esse cantor a dividir vozes, para um ensemble, para uma audição, uma ópera, um musical, uma banda de baile, qualquer coisa.
Nós não temos escolas de canto no Brasil, de canto lírico, não temos nada, e agora a gente quer criar una identidade vocal, pelo menos pro Belting, e depois temos alguns cursos líricos também”
, conta Marconi.

Além de todas essas opções, o Studio irá dispor também de MasterClasses, Curso de Capacitação de Professores no Método Belting Contemporâneo, Coaching particular de interpretação para música ou texto, e Coaching particular com o próprio maestro Marconi Araújo, e seus assistentes.

Para os interessados, os primeiros MasterClasses acontecem em maio, com Alírio Netto e Paula Capovilla.

SMA - Paula e Alírio

Veja algumas fotos da noite de inauguração, que contou com um tour pelo o espaço e um mini sarau, prestigiado por nomes como Jarbas Homem de Mello, Ivan Parente, Nando Pradho, Sara Sarres, Chris Matallo, Juliana Daud, Juliana Peppi, Rodrigo Miallaret, Marilice Consenza, Andreza Meddeiros, Carol Costa, Luana Zenun, Talitha Pereira, a Dra. Silvia Pinho, entre outros.

A gente realmente quer que o cantor se sinta em casa, e a casa é muito especial, nós buscamos um lugar que tivesse uma vibração gostosa, todo espaço que a gente precisava, e nós conseguimos, finaliza Marconi Araújo.

Serviço:

Rua Alabastro, 527
Aclimação - São Paulo

 

“Jesus Cristo Superstar” chega à São Paulo

Estreia nessa sexta, 14, em São Paulo, a primeira produção da Time For Fun no teatro do Complexo Ohtake Cultural, a empresa que assumiu a gestão do local ao final de 2013, abre essa parceria com um dos espetáculos musicais mais aguardados do ano, o clássico “Jesus Cristo Superstar.

t4f

O espetáculo, que inovou ao surgir no início dos anos 70 em formato de ópera-rock, é uma obra de Andrew Lloyd Webber, com letras compostas por Tim Rice, e entrou para a história num momento em que o estilo musical “Rock N’ Roll” ganhava forças.
Tendo Israel como cenário, o palco, que se transforma na Galileia do ano 33, mostra os últimos dias de Jesus Cristo, e retrata as diferenças conflitantes, políticas e pessoais, entre Judas e Ele, além de traçar em paralelo uma história avessa de amor e de luta.

2014.03.10 - Coletiva Jesus Cristo Super Star54-2

Em cena, 28 nomes que vão encarar o desafio de levar ao palco uma das obras mais polêmicas da história do cinema e do teatro musical. Igor Rickli (Jesus Cristo), Negra Li (Maria Madalena), Alírio Netto (Judas), Fred Silveira (Pilatos), Wellington Nogueira (Herodes), Rogério Guedes (Caifás) e Julio Mancini (Anás) centralizam a história, que ganha o reforço especial do ensemble composto por Beto Sargentelli (Simão O Zelote), Beto Sorolli (Tiago Maior), Cadu Batanero (Pedro), Daniel Caldini (Sacerdote, Guarda, Discípulo), Felipe Guadanucci (André), Fernando Lourenção (Tiago Maior), Gabriel Camilo (Filipe), Jhafiny Lima (Isabel), Marcelo Vasquez (SacerdoteGuarda, Discípulo), Marisol Marcondes (Marta), Murilo Armacollo (Bartolomeu), Nathália Mancinelli (Ruth), Olivia Branco (Joana), Paula Miessa (Susanna), Philipe Azevedo (Tomé), Renato Bellini (Tadeu), Sandro Conte (João), Tathi Abra (Maria Salomé), Thiago Lemmos (Sacerdote, Mateus), Tino Zanni (Tiago Menor) e Alessandra Dimitriou (Ester).

2014.03.10 - Coletiva Jesus Cristo Super Star67-2

Durante a coletiva de imprensa, que aconteceu na tarde de ontem, 10, o diretor Jorge Takla , que é católico, falou sobre a história do musical, e as questões polêmicas que o envolvem, até hoje dividindo opiniões.

“Essa obra foi composta e escrita como um oratório, em 1969, então ela não foi escrita para teatro, por isso que ela é tão enxuta e tão impecável em termos de dramaturgia, ela não tem diálogos inúteis, não tem nenhuma barriga, ela é musicalmente extremamente sólida e muito coerente no seu libreto e na sua dramaturgia.
Na época, ela foi considerada uma obra bem transgressora, e eu acho que toda grande obra de arte é transgressora, e essa foi essencialmente pela sua música. Claro, o tema é eterno, clássico, polemico sempre… Eu não estava lá, não sei como aconteceu, vocês também não estavam lá, então sempre haverá muitas versões sobre qual é realmente a versão deste Homem que existiu. Quem matou, quem não matou, quem torturou, quem não torturou, se ele era casado, se ele não era casado, enfim, nós não sabemos a verdade e estamos representando uma obra como ela é escrita; Mas o que nós sabemos, é que ela é uma ópera-rock que realmente mudou muito o conceito do teatro musical e é transgressora por sua música e pela atitude do autor diante da interpretação de todos esses personagens”.

2014.03.10 - Coletiva Jesus Cristo Super Star74

A diretora musical Vânia Pajares, complementa a explicação de Takla, ao mesmo tempo em que comenta sobre o processo de criação e desenvolvimento para compor a trilha do espetáculo.

“O aspecto é transgressor e jovem, ou seja, vamos inovar, colocar uma outra linguagem. É uma coisa muito semelhante à ópera… Quando ela surgiu, na renascença, tudo era música sacra e ela surgiu como uma quebra de padrão, como uma inovação, uma maneira de expressar emoções exacerbadas, e igualmente o Rock N’ Roll. Cada um em sua época representam duas linguagens transgressoras, jovens, inovadoras para quebrar padrões, ambos expressam todas as emoções humanas de uma maneira exacerbada, da maneira que eu gosto. Eu sempre trabalhei com opera e Rock N’ Roll ao mesmo tempo, e agora tive essa honra e essa oportunidade de juntar as duas coisas no mesmo estilo.

…É um prazer fazer essa música. Esse musical é extremamente difícil, a música é extremamente densa, a execução é complicada, do ponto de vista vocal todas as partituras são extremas, tanto para o agudo quanto para o grave, o nível técnico de cada cantor, seja solista ou ensemble, é extremo, todo mundo tem que cantar muito, e todo mundo tem que tocar muito, não tem meio termo, e é por isso que eu gosto de ópera e de rock, porque não tem meio termo, ou você toca de verdade ou você canta de verdade, ou não tem jeito. Com respeito a todas as outras vertentes musicais, rock e opera são os extremos da técnica, da expressão e da musica”. 

2014.03.10 - Coletiva Jesus Cristo Super Star73-2

A grande produção que fica em cartaz em São Paulo de 14 de março à 08 de junho – e não viajará em turnê, está sob a direção artística de Jorge Takla, responsável também por assinar a cenografia ao lado de Paulo Correa, direção musical de Vânia Pajares, coreografias de Anselmo Zolla, versão brasileira de Bianca Tadini e Luciano Andrey, figurinos de Mira Haar, designer de sol de Fernando Fortes, designer de luz de Ney Bonfante e visagismo de Duda Molinos.

Nossa idéia nesse espetáculo era criar uma linguagem pessoal e autoral, essa peça foi montada e criada numa época que foi marcada por uma estética hippie, flores, paz, amor, mulheres peladas… era tudo muito excessivo e poluído, e nós tentamos fazer um espetáculo extremamente ‘clean’, extremamente despojado, elegante e baseado no trabalho do ator, no trabalho do elenco. É um grande ensemble de 28 atores, e o espetáculo é baseado na energia deles. Não tem efeitos especiais, nem pirotécnica, mas tem um belíssimo cenário, muitos figurinos e muita gente dando o sangue”, finaliza Jorge Takla.

Veja mais fotos em nossa página no Facebook!

Conheça o elenco completo de “Jesus Cristo Superstar”

O musical “Jesus Cristo Superstar”, que estreia em São Paulo em 14 de março, no Complexo Ohtake Cultural, e terá a venda de seus ingressos aberta a partir de amanhã, 21, é sem dúvida um dos mais esperados de 2014.
Conheça os nomes que farão parte desta grande produção, que tem a direção artística de Jorge Takla, que também assina a cenografia ao lado de Paulo Correa, direção musical de Vânia Pajares, coreografias de Anselmo Zolla, versão brasileira de Bianca Tadini e Luciano Andrey, figurinos de Mira Haar, designer de sol de Fernando Fortes, designer de luz de Ney Bonfante e visagismo de Duda Molinos.
 
Igor Rickli – Jesus Cristo 
Negra Li – Maria Madalena 
Alírio Netto – Judas 
Fred Silveira – Pilatos 
Wellington Nogueira – Herodes 
Gustavo Muller – Caifás 
Julio Mancini – Anás 
Igor Rickli - Jesus Cristo (Foto: Jairo Goldflus)
Igor Rickli já caracterizado como Jesus Cristo (Foto: Jairo Goldflus)
Ensemble: Beto Sargentelli, Beto Sorolli, Cadu Batanero, Daniel Caldini, Felipe Guadanucci, Fernando Lourenção, Fernando Machado, Gabriel Camilo, Jhafiny James Lima, Julia Duarte, Marcelo Vasquez, Marisol Marcondes, Murilo Armacollo, Nathália Mancinelli, Olivia Branco Walter, Paula Miessa, Philipe Azevedo, Renato Bellini, Sandro Conte Febras, Tathiane Rodrigues Abra, Thiago Lemmos e Tino Zanni.
Jesus Cristo Superstar // Estreia em março no Complexo Ohtake Cultural
Jesus Cristo Superstar // Estreia em 14 de março no Complexo Ohtake Cultural
Leia também:

Venda de ingressos para “Jesus Cristo Superstar” começa dia 21

Jesus Cristo Superstar // Estreia em março no Complexo Ohtake Cultural
Jesus Cristo Superstar // Estreia em março no Complexo Ohtake Cultural

Uma das estreias mais esperadas de 2014 é a nova versão brasileira de “Jesus Christ Superstar“, que abre suas cortinas no dia 12 de março, no Complexo Ohtake Cultural, em São Paulo. E para quem tiver interesse em ser um dos primeiros a assistir este espetáculo, a produção dá um refresco: as vendas para a estreia começam a partir desta terça-feira, dia 21, pelo site Tickets For Fun, ou através do telefone 4003-5588.
Ao adquirir as entradas, será possível escolher uma data de apresentação até o fim de temporada, em 8 de junho.

Esta remontagem será dirigida por Jorge Takla, conhecido por assinar a direção de outros trabalhos de Andrew Lloyd Webber, como “Evita“, em 2011As versões são assinadas por Bianca Tadini, em parceria com Luciano Andrey.
Lideram o elenco os atores Igor Rickli, como Jesus, e Alírio Nettovocalista da banda “Age of Artemis”, no papel de Judas Iscariotes, e a cantora Negra Li, como Maria Madalena

Para mais novidades, fique atento ao B!

*Com informações do Estadão.

sfx6474Leia também:

► Divulgados os nomes do elenco de “Jesus Cristo Superstar”