B!CultCinemaElencoFilmes Musicais

Naomi Ackie é escolhida para viver Whitney Houston no cinema

Cinebiografia musical da cantora tem previsão de lançamento para 2022.

Foram meses de busca pelo mundo até encontrar a estrela de ‘I Wanna Dance With Somebody, cinebiografia musical que vai contar a história de altos e baixos do sucesso meteórico de Whitney Houston, dona de uma das maiores vozes do mundo e já considerada pela crítica musical a melhor cantora de todos os tempos. A produção, a ser lançada pelo selo TriStar, da Sony, e autorizada enfim pela família da cantora, envolvida também na produção, será estrelada pela britânica Naomi Ackie e deve estrear no feriado de Ação de Graças, em 2022.

A artista que estreou em ‘Star Wars: Episodio XI’, no papel de Jannah, recebeu um prêmio BAFTA pela série da Netflix, ‘The End of the F *** ing World’, e será uma das estrelas do filme de suspense musical ‘The Score’, foi escolhida após passar pelo crivo da diretora Stella Meghie, do produtor musical Clive Davis – responsável pela descoberta de Whitney na adolescência e grande parceiro profissional ao longo da vida – e de Pat Houston, cunhada da cantora que produzirá o filme representando a propriedade da homenageada. Quem também se envolveu no processo foi Anthony McCarten, que escreveu o filme biográfico ‘Bohemian Rhapsody’ e será responsável pelo roteiro do longa. McCarten também soma na produção pela sua Muse of Fire Productions.

Seguindo a mesma linha do filme que conta a história de Freddie Mercury e a banda Queen, onde o vencedor do Oscar, Rami Malek, dublado por Hugo Bonemer no Brasil, não soltou a voz nas canções, os hits icônicos da estrela como ‘I Will Always Love You’ e ‘I Have Notthing’, eternizados no filme ‘O Guarda-Costas’, ‘Saving All My Love for You’ e a canção que dá nome ao filme, poderão ser ouvidos em vocais originais, decisão essa que contou com o apoio do espólio de Houston e também de Davis.

“O teste de vídeo de Naomi Ackie foi tão poderoso que me deu arrepios na espinha. Embora os vocais incomparáveis de Whitney sejam usados para todas as canções, a extraordinária gama de atuação de Naomi permite que ela capture com maestria o charme único de Whitney, o poder das estrelas e, é claro, suas lutas pessoais. Naomi é o verdadeiro negócio e não consigo imaginar uma escolha melhor para este papel icônico.”, disse Davis.

A cantora super premiada, que se dividiu entre os palcos e as telas algumas vezes abrilhantando elencos de filmes musicais como ‘Sparkle’, ‘Um Anjo em Minha Vida’ e ‘Falando de Amor’, faleceu aos 48 anos em um quarto de hotel, as vésperas da 54ª edição do Grammy, em 2012, onde estaria presente. A causa apontada foi afogamento acidental, em função de aterosclerose e overdose. A noite do Grammy foi marcada por muitas homenagens e incumbiu Jennifer Hudson da responsabilidade de cantar ao vivo o hino “I Will Always Love You”. 

Relembre o momento:

Leia também: Programa ‘Teatro Musical Canta’ terá Whitney Houston como 5ª homenageada

*Com informações do Hollywood Reporter
Etiquetas
Mostrar mais

Grazy Pisacane

Jornalista Cultural e Assessora de Imprensa, apaixonada por teatro musical.

Artigos relacionados

Comente

Botão Voltar ao topo
Fechar