O cantor Stephen Bronk está no Brasil e ministra curso em BH

Stephen B

Os amantes de Ópera e Canto Lírico não podem perder a oportunidade de fazer o curso com Stephen Bronk, baixo-barítono da Deutsche Oper Berlin, que está no Brasil, mais precisamente em Belo Horizonte, até 19 de Setembro.

Sobre Stephen Bronk

Nascido em Massachusetts (EUA), Stephen é formado em música e canto pelo Conservatório de Música de Colônia, na Alemanha, e completou seus estudos com Herbert Mayer, em Nova York (EUA). Com mais de 30 anos de experiência no palco, ele cantou com cantores consagrados, como Dame Gwyneth Jones, Placido Domingo e Sherrill Milnes em mais importantes teatros da Alemanha (Aachen, Bonn, Bremen, Dortmund, Dusseldorf-Duisburg, Frankfurt, Freiburg, Hamburgo, Hannover, Karlsruhe, Mannheim, Munique, Nuremberga e Saarbruecken), no Gran Teatre del Liceu, em Barcelona (Espanha), em Nancy, Estrasburgo e Lyon (França), Copenhaga (Dinamarca), Praga (República Checa), St . Gallen e Genebra (Suíça), no Salzburg (Áustria) e Savonlinna (Finlândia) festivais, bem como na Filadélfia e Palm Beach (EUA), Taipei (Taiwan) e Xangai (China).
Seu currículo de peso inclui papéis principais em óperas de Mozart, Beethoven, Weber, Bizet, Offenbach, Rossini, Gomes, Verdi, Puccini, Strauss, e todas as óperas de Wagner. Em 2005 conquistou o Prêmio Carlos Gomes de Música Clássica para “vocalista masculino”, e desde 2008 é um dos membros do conjunto Deutsche Oper Berlin, onde já atuou em papéis como Escamillo, Orest, Daland, Arkel, Sarastro, e outros.

Em entrevista exclusiva ao B!, Stephen conta sobre seu trabalho:

“No curso de meus estudos, eu tive a sorte de encontrar Herbert Mayer, em Nova York, que me mostrou uma abordagem totalmente nova e muito interessante para cantar. Herbert ensinou não só cantores de ópera e clássicos, mas artistas de rock ‘ n roll, jazz e musicais. Resumindo sua filosofia em pouquíssimas palavras: a formação básica e técnica de canto são as mesmas para qualquer cantor – o que você faz com elas é que é escolha do cantor. Você quer cantar heavy metal – use a técnica para tal, você quer cantar Mozart ou Wagner, use-a para isso, você quer ser a próxima estrela musical – use a técnica! Ao concentrar-se na fonte de produção vocal (cordas vocais), proporcionando um sistema de apoio (corpo) e controle da respiração (diafragma), o cantor aprende a usar a conexão entre eles para alcançar o objectivo desejado: um instrumento saudável, estável e individual, com que o desempenho em qualquer estilo musical desejado torna-se possível. Só que com uma excepcional diferença: O cantor é quem controla a voz e não o inverso!”

Stephen

 

Stephen em Tosca cantando ” Tal Dei Profondi Amori”:

As aulas já podem ser agendadas.

Maiores informações com Silvia Klein:  sylviaklein@hotmail.com

 

Anúncios

E você? O que achou da matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s