Pelo Brasil

Hip-Hópera brasileira reestreia em São Paulo

Reestreou em São Paulo, na última sexta, 14, o premiado espetáculo “Orfeu Mestiço – Uma Hip-Hópera Brasileira”, inspirado na ópera “Orfeu e Eurídice”, de Christoph Willibald Gluck, e baseado no mito de Orfeu. Trata-se de uma montagem do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos, conhecido por mesclar os elementos da cultura hip-hop com a arte do teatro épico brechtiano.

Orfeu

Inovando ao apresentar a primeira hip-hópera do país, a trama revive o golpe de 64, que desencadeou duas obscuras décadas na política, e narra a história de Orfeu (Eugênio Lima), um ministro do Supremo Tribunal Federal, que depois de passar anos tentando esquecer seu passado e suas ligações com esse mundo, se vê obrigado a revivê-lo após receber um telefonema sobre a exumação do corpo de sua esposa, Eurídice (Daniela Evelise), desaparecida no período da ditadura militar. A partir deste acontecimento, Orfeu se vê jovem (Cristiano Meirelles), e volta no tempo, reencontrando personagens de diversas épocas que o acompanham nessa “visita ao inferno”.

Foto: Tide Giuliano
Foto: Tide Giuliano

A trilha, cantada em coro por atores e MCs (Daniela Evelise, Luaa Gabanini, Bruna Maria, Roberta Estrela D’alva, Cristiano Meirelles e Eugênio de Lima), e acompanhada por músicos ao vivo, dá vida às letras-poesias da diretora e figurinista Claudia Schapira, que ajudam a contar a saga aparentemente traumática do político e a formação do povo brasileiro; O espetáculo, que tem claras referências de danças populares e especialmente da dança de rua, conta com coreografia de Luaa Gabanini, cenário de Daniela Thomas, direção musical do DJ Eugênio Lima e da atriz-MC Roberta Estrela D’alva, além da participação do grupo Treme Terra, Cassio Martins (Banda Cora e da Frente 3 de Fevereiro), e do percussionista Alan Gonçalves.

Bianca Turner (5)
Foto: Bianca Turner

Vencedor do Prêmio Shell 2011 de Melhor Atriz (Roberta Estrela D’Alva) e Prêmio CPT, na categoria Melhor Projeto Sonoro (Eugênio Lima e Roberta Estrela D’Alva), o diferencial do projeto fica por conta do valor do ingresso, no estilo “Pague Quanto Puder”, ele fica a cargo de cada um presente na plateia, e ao final da apresentação, o grupo passa o chapéu, recolhendo contribuições voluntárias.

Serviço:
Sede do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos
Rua Dr Augusto de Miranda, 786 - Perdizes - ZO/SP
Tel.: (11) 3803 9396
Quando: de 14/03 a 13/04
Sextas e Sábados às 21:00 / Domingos às 20:00
Duração: 150 minutos
Classe indicativa: 14 anos

*Abertura da bilheteria com 2h de antecedência
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Comente

Botão Voltar ao topo
Fechar