Movimento “Clube da Esquina” deve virar musical em 2018

O movimento musical  “Clube da Esquina”, que ficou conhecido na década de 60, reunindo na esquina das ruas Paraisópolis e Divinópolis, no bairro de Santa Teresa, em Belo Horizonte, jovens artistas influenciados pelo gênero da Bossa Nova, mesclado discretamente com elementos de outros ritmos como jazz, rock – com Beatles e The Platters -, e com referências da música folclórica dos negros mineiros, erudita e hispânica, vai ter sua história adaptada para os palcos no próximo ano.

clube da esquina (1)-miniatura-900x550-164227

Clube da Esquina – Foto: Divulgação

A novidade, divulgada pela coluna Dramáticas, da Folha de S. Paulo, revelou ainda que a trama já está sendo adaptada por Eduardo Rieche, baseada no livro  “Os Sonhos Não Envelhecem – Histórias do Clube da Esquina”, de Márcio Borges, e terá a direção de Dennis Carvalho, que repete a parceria de sucesso com as produtoras Marilene Godim e Márcia Dias, com quem trabalhou no super premiado “Elis, a Musical”, em 2013/14.
O elenco, que deve contar a história que gira em torno da amizade do cantor Milton Nascimento com os irmãos Marilton, Márcio e Lô Borges, e traz nomes como Beto Guedes e Flávio Venturini, ainda não foi escolhido.

Capa_Sonhos_23x21cm.indd

Relembre um dos sucessos musicais do grupo:

 

 

Anúncios

E você? O que achou da matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s