raB!sco de “Tick Tick… Boom!”

A parceria iniciada na mais recente versão de “Rent” por Bruno Narchi, Thiago Machado, Leopoldo Pacheco e Bel Gomes rendeu o fruto da “Companhia Paralela”, produtora recém inaugurada com a estreia de “Tick, Tick…Bom!”, em cartaz no Teatro Faap, em São Paulo.
O musical escrito por Jonathan Larson – mesmo criador de “Rent” – é conduzido por um trio formado por Machado, Narchi e também por Giulia Nadruz, e gira em torno da famosa “crise dos 30”, que atemporal, já foi também tema de alguns filmes e livros nos últimos anos.

A história, considerada autobiográfica, que ganhou vida inicialmente como um monólogo, em 1990 e chegou ao circuito Off-Broadway 11 anos depois como um musical, transforma o protagonista Jon (Bruno Narchi) em uma verdadeira “bomba-relógio” – fazendo uma clara referência ao nome do espetáculo -, onde Jon vive um conflito de momento e interesses, dividido entre a ideia da namorada Susan, de que juntos precisam deixar a vida na cidade grande para viver em um lugar mais tranquilo, e do amigo Michael, que por acreditar no talento de Jon, insiste que ele siga em NY e apostando na carreira de compositor, conquistando assim o sucesso com o musical “Superbia”, de sua autoria.

Processo Criativo

Arte Final

Rabisco Tick Tick Boom

SERVIÇO:

Onde: Teatro Faap
Rua Alagoas, Higienópolis, São Paulo, SP
Quando: Terças e Quartas, às 21h
Quanto: R$ 80,00

Conheça o elenco do musical Off-Broadway “Na Pele” que estreia em São Paulo

Fotos: Caio Gallucci

Conhecida por produzir espetáculos nacionais e internacionais, para o público infantil e adulto, como “O Menino Maluquinho” e “Castelo Rá-Tim-Bum” ou “Nas Alturas”, “Ghost” e “A Era do Rock”, a 4ACT expande e abre agora as cortinas da 4ACT OFF, que será o braço responsável por trazer ao país espetáculos Off-Broadway – que em Nova York costumam cumprir temporada em teatros de pequeno e médio porte. Como pontapé inicial, o musical escolhido foi a pop ópera “Na Pele – bare”, que chega ao Teatro Augusta, em São Paulo, nesta quarta, 24.

Com texto assinado originalmente por Jon Hartmere e Damon Intrabartolo, sendo Jon responsável também pelas letras e Damon pela música, o espetáculo terá como trio protagonista os atores Mateus Ribeiro, Diego Montez e Thuany Parente, que, ao lado de mais 13 atores e cinco músicos serão responsáveis por falar essencialmente da liberdade de ser quem se é. Conheça o elenco completo:

Sinopse:

Um musical de rock contemporâneo pulsante e elétrico acompanha um grupo de estudantes em um internato católico, enquanto eles lidam com questões de identidade, sexualidade e futuro. Pedro e Jonas se apaixonaram um pelo outro, mas Jonas – um atleta popular – teme perder seu status se descobrirem que é gay. A impopular Nadia, irmã de Jonas, despreza Eva, uma garota bonita e de reputação duvidosa. Enquanto o grupo tenta apresentar uma produção de Romeu e Julieta, as tensões se intensificam, a insegurança aumenta e o caminho parece mais difícil de se encontrar do que nunca. Com os sons da repressão e da revolta juvenil, letras de tirar o fôlego, 15 atores em cena e uma banda rock’n roll, na pele é uma visão provocativa, nova e absolutamente honesta dos perigos de desnudar sua alma e as consequências de continuar a se esconder.

Sob a direção geral de Léo Rommano, que assina também a direção artística em parceria com Ricardo Marques, a direção associada é de Igor Pushinov, direção musical de Paulo Nogueira, versões de Bruno Sigrist e Diego Montez, coreografia de Thiago Jansen, figurino de Graziela Bastos, cenografia de Márcia Pires, design de luz de François Moretti, design de som de Ademir Moraes Jr. e visagismo de Antonio Vanfill. O musical, que contou com um financiamento coletivo para se estruturar, estreia oficialmente dia 31 de outubro e fica em cartaz às quartas e quintas, às 21h, até 20 de dezembro.

SERVIÇO:

Onde: Teatro Augusta – Sala Paulo Goulart
Rua Augusta, 943 – São Paulo
Quando: 24 de Outubro a 20 de Dezembro
Quarta e Quinta às 21h00
Quanto: R$60 inteira | R$30 meia entrada
Vendas: Site Ingresso Rápido e Bilheteria Local

Off-Broadway “Menopausa – O Musical” ganha versão brasileira

As delícias e agruras das mulheres de meia-idade são o tema da comédia “Menopausa – O Musical”, que estreia nesta sexta, dia 10, no Teatro Gazeta, em São Paulo. O musical chega ao Brasil pelas mãos dos produtores Anderson Bueno e Cássio Reis, os mesmos responsáveis por montar um clássico teatral no Brasil: “Os Monólogos da Vagina”, sucesso há quase 20 anos e que assim como “Menopausa”, fala sobre os temas da feminilidade.
O espetáculo estreou originalmente em Orlando, Estados Unidos, em 2001 e emplacou sucesso no circuito chamado “off-Broadway” – peças que ocupam teatros menores do que os blockbusters comerciais de Nova York e costumam ter um enredo mais livre e experimental. O musical, que em 2015 foi agraciado com o prêmio “Best Scripetd Live Show”, já foi visto em países como Austrália, Israel, Canadá, Malásia, Nova Zelândia, Espanha e Coreia do Sul, mas é em Las Vegas, nos Estados Unidos, que o a produção se consagra e pode ser vista há 12 anos, atualmente em cartaz no Harrah’s.
Em cena, as atrizes representam diferentes mulheres, que tem em comum os sintomas da chegada da meia-idade. O elenco brasileiro conta com Adriana FonsecaAlessandra VertamattiBibba Chuqui e Simone Gutierrez, a atriz Luciana Milano também integra o grupo na função de stand-in das atrizes, além do cargo de diretora residente. O grupo encena quatro personagens distintas: a Atriz (Gutierrez), a Dona de Casa do Interior (Vertamatti), a Executiva (Chuqui) e a Hippie (Fonseca). O plus fica por conta da divertida Fafy Siqueira, que cede sua voz para participar em “off” no espetáculo.
As cinco atrizes | Foto: Marco Máximo
A trilha do espetáculo diverte com paródias de canções dos anos 1960, 1970 e 1980, como “Fever Night”, “Stayin’ Alive”, “The Lion Sleeps Tonight”, “YMCA”, “Chain of Fools” e um acréscimo completamente nacional: a música “Dancing Days“, do repertório do grupo “As Frenéticas, executada na íntegra pelo quarteto em uma liberação concedida exclusivamente para esta montagem.
Além de Anderson e Cássio, o time criativo da montagem conta com Maximiliana Reis, que divide a direção com Bueno, direção musical, versões, arranjos e preparação vocal de Thiago Gimenes e André Cortada, coreografia de Ciça Simões, cenografia de Fábio Peres, desenho de som de Kleber Araújo e design de luz Mattheus Chaves. Os figurinos ganham as contribuições das marcas Fernando Leite, Gregory, Julia Plus, Fruit De La Passion e Arthur Caliman. A comédia musical e atemporal é realizada pelo Ministério da Cultura, Actuare Produções Artísticas e Entretenimento e Phoenix Produções Artísticas.

 

SERVIÇO:

Onde: Teatro Gazeta
Av. Paulista, 900 – Bela Vista, São Paulo – SP, 01310-100
Contato: (11) 3253-4102 | Site www.teatrogazeta.com.br
Quando: 10 de agosto a 21 de outubro de 201
Sextas às 21h00, sábados às 20h00 e domingos às 16h00
Quanto: R$ 80,00 inteira e R$ 40, 00 meia
Vendas: Site Teatro Gazeta e Bilheteria Local
Bilheteria: de terça à domingo de 14h00 ao início do último espetáculo do dia.
Classificação etária: 12 anos.