B!CultFilmes MusicaisMusicais

Veja o trailer de “Em um bairro de Nova York” e conheça as últimas novidades do filme

Elenco bateu papo exclusivo com imprensa e dá detalhes sobre o lançamento marcado para junho

Marcado para estrear em 18 de junho nos cinemas dos Estados Unidos, a versão cinematográfica de “In The Heights”, por aqui no Brasil batizada de “Em Um Bairro de Nova York“, chega para contar “sonhos grandes”, nas palavras do próprio diretor do filme Jon M. Chu, durante a cerimônia global de lançamento do trailer, realizada online ontem, 13, e que contou com a participação do elenco e dos criativos Lin- Manuel Miranda e Quiara Alegría Hudes, respectivamente compositor e autora do musical de 2005 que deu origem ao filme. O B! participou do evento digital e conta todas as novidades para você!

O longa é estrelado por Anthony Ramos no papel do imigrante porto-riquenho Usnavi de la Vega, dono de uma bodega no bairro de Washington Heights. A ele se juntam Gregory Diaz IV, jovem ator que passou pela audição aberta do filme e viverá Sonny, primo do Usnavi, Olga Merediz, atriz que reprisará o papel que vivenciou na versão teatral da Broadway, Abuela (“Avó”) Claudia, a grande “matriarca” da comunidade, responsável pelo ditado que dá o tom do filme e, nas palavras da própria artista, uma mensagem para os tempos de Covid-19: “Paciência e Fé”.

Elenco de In The Heights filme
Em evento online, elenco e criativos de “Em um bairro de Nova York” se emocionam ao ver o trailer pela primeira vez

Entre uma das grandes novidades do filme está o romance lésbico entre a proprietária do salão de beleza Daniela, interpretada por Daphne Rubin-Vega e Carla, interpretada por Stephanie Beatriz. Na versão teatral, as duas eram apenas sócias na gestão do espaço, ao lado de Cuca, vivida no longa pela atriz Dascha Polanco. O trio é responsável por protagonizar diversos momentos hilários na história. Durante a entrevista, Daphne diz que o local é uma espécie de “Twitter” da vizinhança, mas também um local onde as mulheres da trama são ouvidas e trocam conselhos. “Somo as terapeutas do bairro“, brinca Dascha.

Completam o elenco Corey Hawkins (Benny), Leslie Grace (Nina Rosario), Melissa Barrera (Vanessa), Jimmy Smit (Kevin Rosario, pai de Nina) e o próprio Lin-Manuel Miranda, que foi o protagonista da montagem na Broadway e agora vive um papel menor, mas nem por isso menos simbólico – o ator interpretará o “piragueiro”, vendedor ambulante de piraguas, uma sobremesa típica de Porto Rico e semelhante aos picolés de frutas no Brasil.

A trama deste núcleo é formada por interesses amorosos conflituosos. Enquanto Usnavi tenta conquistar a ambiciosa Vanessa, que sonha deixar a vizinhança de Washington Heights, a jovem Nina precisa lidar com suas próprias escolhas e o peso dos sonhos dos pais dela sob seus ombros, enquanto tenta se acertar com Benny. “Nina está tentando descobrir o que ela quer fazer e seu propósito. Todos nós um dia nos questionamos: estou fazendo isso por mim ou pelos outros?” comenta Leslie sobre os dilemas de sua personagem.

Um filme sem vilões e cheios de “pequenos grandes sonhos”

Durante a produção do filme, o diretor Jon M. Chu, conhecido pelo sucesso do filme “Podres de Ricos” (Crazy Rich Asians) mudou-se para Manhattan para conhecer de perto as locações e as tradições de Washington Heights, que contrastam um pouco com sua origem. O diretor, de ascendência chinesa e nascido na Califórnia, queria experimentar a conhecer a realidade do bairro para trazer essa verdade para o filme e quebrar alguns paradigmas.

Entre estes dilemas, estava o peso de ser um “pequeno filme” ou “filme de rua”. Jon olhou para os sonhos e motivações dos personagens e disse para o elenco e time criativo. “Essas pessoas sonham grande. Esse é um grande filme. ‘Power-full’ (poderoso)”, mas dividindo sua sentenças em duas palavras: ‘power‘, no sentido de ‘poder’ e ‘full‘ denotando de completude e diversidade, presente na música e no elenco do longa-metragem. O criativo também ressalta que não há vilões no filme, mas os desafios que qualquer imigrante vivencia ao experimentar a realidade de outro país. “Quando se perseguem pequenos sonhos, eles se tornam grandes” completa Corey Hawkins, interprete de Benny e aspirante a par romântico de Nina.

Em diversos momentos após a exibição do trailer, Lin se emocionou por ver um trabalho que foi escrito em 1999, durante a sua graduação Wesleyan University ir tão longe depois de tanto tempo e permanecer com uma mensagem atemporal. “A comunidade é a pedra angular da estória. Este é o tipo de filme que todo mundo precisa ver quando o mundo reabrir. Será o remédio que precisamos neste momento” finaliza o orgulhoso criador da obra.

 

Etiquetas
Mostrar mais

Cláudio Martins

Jornalista formado pela FACHA (RJ) e fundador do A Broadway é Aqui!

Artigos relacionados

Comente

Botão Voltar ao topo
Fechar