CoronavirusMusicais

Morre o ator da Broadway Nick Cordero, após complicações relacionadas à Covid-19

O artista de 41 anos passou três meses internado e teve uma perna amputada; ele deixa a esposa e um filho

Após três meses de luta, o ator Nick Cordero não resistiu e morreu no último domingo (5). O astro da Broadway foi diagnosticado com Covid-19 e precisou ser internado no dia 31 de março. Ele teve diversas complicações decorrentes da doença e até precisou amputar uma perna. O artista tinha 41 anos e deixou a esposa, Amanda Kloots, e o filho, Elvis, de 10 meses.

A notícia foi confirmada pela esposa do artista nas redes sociais. “Deus tem outro anjo no céu agora. Meu querido marido faleceu esta manhã [de domingo]. Ele estava cercado de amor por sua família, cantando e orando enquanto deixava gentilmente esta terra”, escreveu no início do relato.

“Meu coração está partido porque eu não consigo imaginar nossas vidas sem ele. Nick era uma luz tão brilhante. Ele era amigo de todos, adorava ouvir, ajudar e principalmente conversar. Ele era um ator e músico incrível. Ele amava sua família e adorava ser pai e marido. Elvis e eu sentimos sua falta em tudo o que fazemos, todos os dias”, acrescentou Amanda.

A morte de Nick foi lamentada por diversos artistas nas redes sociais. A carreira do ator na Broadway começou em 2014, no espetáculo “Bullets Over Broadway” – no qual recebeu uma indicação ao prêmio Tony Awards na categoria Melhor Ator de Musical. Ele também esteve no elenco de “A Bronx Tale” e integrou o cast original do espetáculo “Waitress”. Na TV americana, ele fez a série “Blue Bloods”.

Etiquetas
Mostrar mais

William Amorim

Jornalista com trabalho acadêmico de pesquisa sobre a história do Teatro Musical no Brasil, repórter de entretenimento/cultura no Portal iG, jurado do Prêmio DID e colunista do A Broadway É Aqui!

Artigos relacionados

Comente

Botão Voltar ao topo
Fechar