Cobertura Tony Awards 2014: Melhores Remontagens de Musicais

A edição de 2014 do Tony Awards está dando o que falar quanto aos espetáculo indicados. Na semana passada, apresentamos os musicais da temporada que concorrem ao prêmio na categoria “Best Musical” (Melhor Musical) e as polêmicas envolvendo os seus indicados.
Hoje, nós continuamos o nosso especial sobre a premiação, apresentando os espetáculos que disputam o título de “Best Revival of a Musical” (“Melhor Remontagem de um Musical”): “Hedwig and the Angry Inch“, “Les Misérables” e “Violet“. Curiosamente, o júri da premiação deixou a produção de “Cabaret” de fora desta lista.

Destes, possivelmente o mais conhecido de todo o grande público é Les Misérables, que retorna a Broadway pela terceira vez, após sua estreia em 1987, e o retorno em 2006. Esta montagem traz o elenco da turnê de Toronto, no Canadá, liderado por Ramin Karimloo no papel de Jean Valjean. O ator ganhou notoriedade ao estrelar papeis de destaque em West End, como o Fantasma em “The Phantom of Opera” e sua continuação “Love Never Dies“, além do estudante revolucionário Enjolras no aniversário de 25 anos de Les Misérables.

Outro nome conhecido neste elenco é a atriz canadense Caissie Levy, que ganhou destaque ao viver Sheila Frank na remontagem de “Hair“, em 2009, e estrelar a adaptação do filme “Ghost” para os palcos de West End, como a protagonista Molly. Neste ano, ela dá voz a Fantine, papel defendido por nomes como Elaine Paige, Lea Salonga e Patti LuPone.

O musical foi produzido novamente por Cameron Mackintosh e estreou em março no Imperial Theater. Além de concorrer ao prêmio de Melhor Remontagem, esta produção tem em Ramin sua maior aposta para a categoria de Melhor Ator em um Musical. O espetáculo também concorre ao prêmio de Melhor Design de Som em um Musical (Best Sound Design of a Musical), pelo trabalho de Mick Potter.

Apesar de todo apelo provocado pela megaprodução de Les Misérables, é “Hedwig and the Angry Inch” que se destaca nesse ano pelo número de indicações: ao todo oito, incluindo Melhor Ator em um Musical pela performance estonteante de Neil Patrick Harris no papel de Hedwig. O musical off-Broadway de maior sucesso concorre ainda nas categorias de Melhor Design de Som, Melhor Cenografia, Melhor Figurino, Melhor Iluminação, Melhor Direção pelas escolhas de Michael Mayer e Melhor Atriz Coadjuvante em um Musical, pela atuação da estreante Lena Hall.

Hedwig & the Angry InchBelasco Theatre
Neil Patrick Harris assume a peruca loira de “Hedwig”

“Hedwig and the Angry Inch” estreou originalmente em 1998, no Janet Theatre, que ficava dentro de um salão de festas do Hotel Riverview. Desde então, o espetáculo de glam-rock foi encenado no circuito alternativo em cidades como Edimburgo, Praga e chegou até ao Rio de Janeiro, em 2010, pelas mãos de Jonas Klabin. O papel de Hedwig foi dividido em cena por Evandro Mesquita e Pierri Baitelli. O musical também ganhou uma versão cinematográfica em 2001, estrelada pelo próprio John Cameron Mitchell, autor do texto e primeiro intérprete de Hedwig.

Fechando o trio de espetáculos concorrentes na categoria de remontagens está “Violet“, estrelado por uma queridinha da Broadway: Sutton Foster, vencedora dos Tonys de Melhor Atriz em um Musical nos anos de 2002 e 2011. Esse musical estreou originalmente em 1997 e é inspirado no conto “The Ugliest Pilgrim” (“A Peregrina Mais Feia”), em uma tradução livre de Doris Betts, que fala sobre a história de Violet, uma jovem com uma cicatriz no rosto (história familiar, não?) em busca de um meio para “curar” sua ferida. Então ela parte de sua fazenda na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, em uma viagem de ônibus para encontrar um pastor na cidade de Tulsa, em Oklahoma, que ela acredita ser capaz de resolver sua situação. É nesta jornada que a moça encontra outros passageiros no transporte que mudam sua vida, compartilhando suas visões sobre beleza, coragem e o significado de ser um “outsider”.

violet
Sutto Foster, ao centro, com seus companheiros de elenco em “Violet”

“Violet” tem quatro indicações, incluindo Best Revival of a Musical, Melhor Atriz em um Musical, Melhor Ator em Coadjuvante em um Musical, pela atuação de Joshua Henry e Melhor Direção de um Musical, pela coordenação de Leigh Silverman, em sua primeira indicação por um trabalho na Broadway.

Continue acompanhando nosso especial! Na próxima semana falaremos sobre atores e atrizes concorrentes na premiação

Veja também: Especial Tony Awards 2014: Best Musicals

 

 

 

 

 

 

 

2 comentários em “Cobertura Tony Awards 2014: Melhores Remontagens de Musicais

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.