Produtores de “Rapsódia – O Musical” contam detalhes da produção

rapsodia-o-musical-cerejeira-producoes

Na última semana a equipe do A Broadway é Aqui! se reuniu com os produtores do novo musical, originalmente brasileiro, que estreia dia de 10 de maio na cena carioca – “Rapsódia“. O espetáculo tem texto de Maurício Alves, é dirigido por Liane Maya, que acaba de encerrar uma longa temporada em “Cabaret“, no papel de Fräulein Schneider. A produção é coordenada por Julia Morganti, da Cerejeira Produções.

Rapsódia foi escrito por Maurício há dez anos, quando o autor tinha apenas 15 anos.”A peça é um suspense com humor ácido e um sadismo muito grande da parte do protagonista, um empresário que obcecado pela morte da esposa cria um plano para se livrar desse fardo que ele carrega. Eu engavetei o projeto, mas não sabia que o montaria tão rápido. Foi quando conheci a Liana Maya que o musical começou a ganhar vida“, conta Maurício Alves.

A história se passa no Brasil em uma cidade fictícia com o mesmo nome do musical, em 1920, mas começa com uma recordação uma década antes. A partir dessa localização no tempo, Liane começa uma busca por elementos artísticos do início do século XX até chegar ao expressionismo, que perpassa todo o espetáculo, combinando a linguagem teatral com a cinematográfica. Filmes expressionistas famosos, como “Metropolis“, “Dr. Calligari” e “Fausto” serviram de inspiração para a criação do cenário projetado do espetáculo, criado por Marzulo Vivaqua.

Cartaz do filme “Metropolis”

O gênero artístico se encaixou muito bem na proposta do texto. Esse espetáculo é o maior desafio que eu já tive em minha carreira, primeiramente porque eu pude dialogar com o autor se poderia sugerir mudanças e o encontrei bem aberto às sugestões. Unir cinema ao teatro musical é uma tarefa árdua. A partir de discussões percebemos que a peça precisava ser aprofundada e passamos por vários gêneros, como ópera rock e comédia musical até chegar ao expressionismo“, diz Liane Maya.

Para compor o elenco, foram realizadas pequenas audições por meio de indicações até chegar a um conjunto formado por Mauricio Alves, Carmen Costa, Julia Morganti, Gabriel Leone, André Rayol, Rose Brant, Isabel Chavarri, Anna Mendes, Carol Fernandes, Guilherme Guimaraes, Ricardo Knupp, Juliana Duarte, Bruna Caenazzo, Eric Paixão e Tomas Quaresma. Por dia, os atores ensaiavam cinco horas, mas a partir de abril os preparativos irão se intensificar.

Assim como o título do espetáculo, que significa uma combinação de canções diferentes, o conjunto de músicas em Rapsódia é composto por vários estilos diferentes, como rock’n roll, tango e choro. As canções são inéditas, compostas por Sara Benchimol, que já trabalhou com nomes como Chico Anysio, Xuxa, Joanna e Fafy Siqueira. Guilherme Borges é o responsável pela direção musical, enquanto a coreografia é assinada pela bailarina internacional Clara Costa.

Tal qual os figurinos, a música e o cenário, o expressionismo também influencia a dança em Rapsódia. Clara Costa buscou referências em nomes e gêneros relacionados à vanguarda artística alemã, como a bailarina Mary Wigman e a dança japonesa Butoh. “O mais interessante desse espetáculo é que se tivesse sido feito em dois meses, como é o costume de outras produções, ele não teria a cara que tem hoje. As leituras começaram em novembro e o musical foi amadurecendo muito desde então“, comenta Liane.  “Este processo foi superinteressante porque nós todos juntos pudemos criar, modificar, desenvolver em conjunto. A co-criação é algo muito enriquecedor“, acrescenta Maurício.

Este é o primeiro projeto da Cerejeira Produções. “Temos novos planos em gestão, que não podemos falar agora, mas viemos para trazer um respiro ao mercado, produzindo novos espetáculos musicais originais para o teatro musical brasileiro“, diz Julia, que além de coordenar a produtora em companhia com Maurício, também faz parte do elenco. O musical recebeu apoio de empresas e da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura e está aberto a patrocinadores para levar o espetáculo a outras cidades do Brasil, após a temporada no Rio de Janeiro.

Rapsódia entra em cartaz no Teatro Solar de Botafogo, no dia 1o de maio nas sexta- feiras e sábados as 21h 30 e nos Domingos às 20h 30.

Anúncios

Autor: Cláudio Martins

Jornalista - Idealizador e Editor do A Broadway é Aqui!

8 pensamentos

E você? O que achou da matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.