BiografiaBlack Divas dos Musicais

Sharon D. Clarke: a rainha de West End

Não é preciso estar na Broadway para ser considerada uma diva. Sharon D. Clarke é a prova viva que o talento fala mais alto do que os lugares por onde você passou.  A atriz e cantora é conhecida por ter originado o papel de Killer Queen no musical “We Will Rock You”, escrito por Ben Elton com canções da banda Queen e um dos maiores sucessos de West End, em Londres. (Para quem não sabe, West End é a “Broadway inglesa”).  Recentemente, Sharon também se destacou por dar vida a personagem Oda Mae Brown, na adaptação musical do filme Ghost, recebendo uma indicação para o prêmio de Melhor Performance de um Personagem Coadjuvante.

Sharon D. Clarke como “Killer Queen”

Muitos outros papéis de destaque passaram pela carreira da atriz em West End. Ela participou de “Guys and Dolls”, como General Cartwright, (1996) interpretou Joanne Jefferson, na versão inglesa de “Rent”, (1998), Miss Sherman, em “Fame” (1999). Durante os dois anos seguintes (2000-2002), Sharon participou da montagem inglesa de “O Rei Leão” no papel de Rafiki. Em 2004, outro papel poderoso foi entregue nas mãos da atriz: Mamma Morton, de Chicago. Em 2010 a atriz viria ainda a interpretar Motormouth Maybelle, do sucesso Hairspray. Em muitos desses papéis, era exigido da intérprete uma performance vocal poderosa, tarefa executada com precisão pela atriz, como nesse dueto “A Kind of Magic”, de We Will Rock You. (Desculpe pela qualidade do vídeo, há pouco material original sobre esse magnífico musical, mas vale o clique. Se quiser apenas ouvir a música em qualidade MP3, clique aqui.).

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=3a8pR-wpY-0]

Depois de a ouvir cantando, dá para entender porque ela merece o título de “diva” de West End. O poder, a extensão vocal e a capacidade de improviso de Sharon chega a nos deixar assustados tamanho é seu controle sobre sua voz.  Este mesmo carisma e poder ela emprestou para a sua Oda Mae Brown, em Ghost, musical que estreou em julho de 2011 no West End. Sharon trabalhou ao lado de outra veterana talentosa neste espetáculo: Caissie Levy, no papel de Molly.

Sharon “encarna” Oda Mae Brown, na adaptação de “Ghost” para os palcos

Quem quer mais uma dose de “Sharon Power”? Vamos vê-la executando “I’m outta here”, um de seus solos em Ghost no prêmio Oliver de Teatro (premiação semelhante ao Tony Awards, mas dedicada ao teatro londrino).

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=yPOsVdz2xHk]

 

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Comente

Botão Voltar ao topo
Fechar