B!CultCinemaElencoFilmes Musicais

Kristen Bell e Jonathan Groff vão estrelar filme musical original ‘Molly and the Moon’

Artistas reprisam parceria afinada nas animações de 'Frozen'

Depois do encontro de vozes em ‘Frozen – Uma Aventura Congelante’ e ‘Frozen II’, da Disney, Kristen Bell e Jonathan Groff, dubladores de Anna e Kristoff, vão se reencontrar na comédia musical original ‘Molly and the Moon’, escrita e dirigida por Carter Bays e Craig Thomas, os mesmos criadores do premiado sitcom ‘How I Met Your Mother’, sucesso desde 2005 com 208 episódios divididos em nove temporadas, a última exibida em 2014.

Trazendo conexões reais, de acordo com o Deadline, o filme será inspirado em Elliot, filho do co-criador Thomas, e refletirá um pouco da experiência vivida por ele e sua esposa durante a gestação da criança, que após o nascimento, foi diagnosticada com a Síndrome de Jacobsen, doença genética rara que prejudicou suas funções cardíacas, mudando completamente o roteiro real de suas vidas e inspirando elementos de ‘Molly e a Lua’, sendo a música o principal deles.

“Estou lembrando de quando ele tinha apenas algumas semanas de vida e não podíamos segurar nosso primeiro filho porque ele estava preso a muitos fios e tubos. O que você faz quando não consegue segurar seu bebê? Você canta para o seu bebê. Cantar era nossa maneira de falar com Elliot. Tudo começou com uma canção de ninar, apenas canções doces que se cantam para bebês, mas logo começamos a cantar de tudo, de Beatles a Aimee Mann, parados ali, ao lado da incubadora com o passar das semanas. Essa é a razão pela qual fizemos de ‘Molly and the Moon’ um musical, e até hoje, a música é uma parte do que define Elliot. Isso o fez levantar, ele andou e falou por causa da música”, contou ele ao site americano.

Na trama, Bell e Groff interpretam Kate e Brian, um casal a espera da primeira filha e que fica por vezes de coadjuvante da própria história, contada também pela perspectiva de Molly, criando ares de live-action. Os espectadores farão uma viagem para dentro do útero de Kate, onde conhecerão uma menina misteriosa, em um barco a remo no meio do oceano, e que olha para a Lua como se essa fosse sua conexão com o ‘mundo lá fora’. A conexão se faz ainda mais forte com uma canção de ninar, cantada por uma voz que emana bons sentimentos e que pode levá-la até ela, fazendo uma alusão ao momento do nascimento, onde se inicia a primeira grande jornada.

“É o momento em que você percebe que existe essa pequena alma, essa vida que quer existir e estar no mundo e quer chegar ao som daquela voz. Ela não sabe o que significa ou quem é. Parece apenas amor, e ela quer alcançá-lo, e esse é o momento em que conectamos os dois mundos do nosso filme, o mundo de Molly e o mundo real em que seus pais estão vivendo”, explica Thomas sobre o projeto que é inspirado também em filmes de fantasia como ‘Labirinto’ e ‘O Cristal Escuro’.

A trilha terá a produção musical executiva de Harvey Mason Jr (Sing, A Escolha Perfeita) a supervisão musical de Stephanie Diaz-Matos e composições de Nathan Larson. Ainda não há previsão de estreia.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Comente

Botão Voltar ao topo
Fechar