Repaginado, “Rapsódia – O Musical” faz rir do terror e confirma nova temporada

No ano em que completa cinco anos de existência, a Cerejeira Produções traz de volta ao Rio de Janeiro o espetáculo original levou ao surgimento da produtora. “Rapsódia – O Musical” é uma obra autoral de Mauricio Alves – mais conhecido como Mau Alves – em parceria com Júlia Morganti, sócios da Cerejeira. Montado inicialmente em 2012, sob a direção de Liane Maya, o espetáculo retornou ao mesmo palco de sua estreia, no Solar de Botafogo, agora muito mais fiel ao seu texto original.

“O texto brinca com o clichê. Os personagens são clichês, fazendo menções aos clássicos ‘mocinha sonhadora’, ‘o rapaz apaixonado’, por exemplo. A diferença nessa montagem, em relação à primeira, é o tom de comédia, que é a intenção original do texto. Fazemos também em ‘Rapsódia’ uma homenagem aos clichês do teatro musical, dentro do gênero conhecido como ‘terrir’ – junção da comédia com o terror – com direito a sangue falso arremessado no palco, explica Mau Alves em entrevista ao B!

Nas próprias peças de comunicação do espetáculo se pode confirmar essa intenção, com os posters divertidos que foram usados na divulgação da peça. As imagens fazem piada com outros grandes musicais, conhecidos do grande público, com o objetivo de mostrar que “Rapsódia” se trata de uma comédia dark.

 

 

Rotina de ator-produtor

Para a nova montagem, a produção abriu audições , que tiveram 160 inscritos para compor o elenco do espetáculo, além da equipe original. Além da seleção, Júlia e Mau também são responsáveis pela produção do espetáculo e atuam junto ao elenco, numa junção muito comum no teatro: o ator-produtor. “Eu acho uma delícia. Nada mais gostoso do que ver o seu trabalho ali no palco. Mas em alguns a gente tem que desligar a chave de produtor e focar na atuação. É difícil, por que tem sempre muito trabalho a fazer”, conta Júlia.

Nesta nova montagem, o elenco é composto por Hugo Kerth, Mau Alves, Gustavo Klein, Julia Morganti, Joana Mendes, Caio Godard, Anna Claudiah Vidal, Camila Matoso, Débora Polistchuk, Malu Cordioli, Clara da Costa, Dennis Pinheiro, Guilherme Guimarães e Vitor Lima. O grupo conta a história de Pátrio (Hugo Kerth), jovem que vem à cidade interiorana de “Rapsódia” para trabalhar com o primo Jeremias (Mau Alves) em sua fábrica da sabonetes, onde paira um mistério relacionado ao desaparecimento de pessoas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Foi nesse formato que a dupla também montou outro espetáculo – o Ordinary Days-, em sua primeira montagem brasileira, junto ao Centro de Estudos e Formação em Teatro Musical (Ceftem). O elenco da “dramédia” (comédia dramática) off-Broadway contou com dois elencos de protagonistas que se alternavam e envolviam os nomes de Hugo Bonemer, Gabi Porto, Victor Maia, Caio Loki, Fernanda Gabriela e Tecca Ferreira, além de Júlia e Mauricio.

Nova temporada em março

Com previsão de encerramento para o dia 4 de fevereiro, Rapsódia se despede momentaneamente do público para retornar em mais um temporada a partir de 8 de março no Teatro Serrador, localizado no Centro do Rio de Janeiro. A casa tem uma relação de parceria com a Cerejeira, tendo abrigado outros espetáculos da produtora, como o infantil “Minha Adorável Verde Vida” e o próprio “Ordinary Days”. E, ainda sem previsão de data, está nos planos da dupla levar o espetáculo para uma temporada em São Paulo.

 

Anúncios

E você? O que achou da matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s