“Josephine Baker: a Vênus Negra” reestreia no RJ

A história da artista que desafiou os padrões de sua época com humor e ironia está de volta aos palcos cariocas. Josephine Baker: a Vênus Negra volta ao cartaz no Teatro Maison de France até 17 de dezembro, divertindo e chamando a atenção para a história desse nome, pouco lembrado hoje, mas que deixou sua marca na história. O monólogo musical coleciona indicações a prêmios (Cesgranrio, Botequim Cultural e Shell) e é estrelado pela atriz Aline Deluna, que incorpora os traços característicos de Josephine, como a famosa saia de bananas com que se apresentava em espetáculos vaudeville no início do século XX.

A original e a reconstrução

Herdando traços étnicos de negros, brancos e indígenas norte-americanos, Josephine fez da arte seu ofício desde muito cedo, começando quando criança a se apresentar nas ruas. Mais tarde, viajou dos Estados Unidos para a França, onde se apresentou em casas como o Théâtre des Champs-Élysées e no famoso Folies Bergère. Com suas performances sensuais, recheados de humor e deboche, a artista logo ganhou as alcunhas de Vênus Negra”, “Pérola Negra” e “Deusa Crioula”. Após conquistar sucesso na cena parisiense, atuou como espiã obtendo informações sobre os alemães para o governo francês. Outro feito memorável de Baker foi a adoção de 12 órfãos de diferentes etnias, aos quais chamava de sua “tribo arco-íris”.

Serviço

Onde:Teatro Maison de France – Av. Presidente Antônio Carlos, 58 – Centro

Quando: Quinta a domingo às 19h30

Quanto: R$ 50,00 (meia, R$ 25,00)

Anúncios

E você? O que achou da matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s