“Sweeney Todd” é a nova aposta do Utópico Coletivo de Teatro

Após uma breve e bem-sucedida montagem acadêmica de “Into The Woods” no Rio de Janeiro, o Coletivo Útópico de Teatro tem planos para a nova montagem de Stephen Sondheim: Sweeney Todd – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet. A tragicômica estória do barbeiro vingativo durante a era vitoriana será recontada por um elenco novo, com direção geral de João Gofman, que traz a novidade em primeira mão para o B!

Sweeney_Todd_Utópico

Meus objetivo é aprofundar muito mais a pesquisa iniciada no Into The Woods. O objetivo dessa utopia é sempre seguir em busca daquela ‘perfeição’ que sabemos ser inalcançável. Mas essa é a graça, não é? Focar mais ainda na preparação de atores, composição de personagens, algo que, pelo tempo acelerado do mercado, fica meio de lado. Mas aqui o objetivo é um longo processo de imersão na Rua Fleet em Londres.”

 

FB_IMG_1451412787940

João Gofman, diretor geral do projeto

Fazer Sweeney Todd agora em 2016 pode ser algo importante para o nosso cenário de Teatro Musical. Trazer ao público algo com uma temática mais pesada, suja, desconfortável e, é claro, humana, talvez seja possível somente pelo meio acadêmico; já que não temos “nada a perder” e não visamos lucro. Falar do ser humano, da sujeira, de um lugar onde ninguém é completamente bom é, na verdade, falar de nós mesmos, do Brasil. Vamos trazer um novo clima para o Teatro Musical, fugir das comédias; isso empolga, ainda mais em um ano como 2016 em que já sabemos que teremos diversos eventos na cidade. E quer algo mais lúdico do que deliciosas tortas para narrar isso?”, ressalta diretor geral do projeto

 

A divulgação do time que profissionais que estará à frente dessa empreitada será divulgada em janeiro, junto com o edital do espetáculo. As audições estão previstas para o meses de fevereiro e março para atores, mas a partir de janeiro de 2016 a produção já receberá o material, após a publicação do edital. “Já adianto, exclusivamente e de primeira mão, que as audições serão diferentes. “Quero explorar algo mais ‘humano’ e profundo. Conhecer mesmo os candidatos. Mas já posso adiantar para os interessados: estudem um solo do espetáculo em inglês ou versão própria. A peça tem várias possibilidades de solos para todos”.

 

Segundo João, o processo seletivo será criterioso, mas dará oportunidade aos concorrentes de mostrarem criatividade. “Não ligo para perfil, qualquer um pode viver qualquer personagem, na minha opinião. O que vale é o talento para encarnar. Ano passado tivemos mil inscritos. Eu li todos os e-mails, um por um. Com carinho. Eu prefiro ler; a produção me achou maluco, mas é importante conhecer o material de cada um, tentar entender um por um. Mas já posso adiantar para os interessados: estudem um solo do espetáculo em inglês ou versão própria. A peça tem várias possibilidades de solos para todos. Não ligo para perfil, qualquer um pode viver qualquer personagem, na minha opinião. O que vale é o talento para encarnar. Ano passado tivemos mil inscritos. Eu li todos os e-mails, um por um. Com carinho. Eu prefiro ler; a produção me achou maluco, mas é importante conhecer o material de cada um, tentar entender um por um“.

 

 Também faz parte dos planos uma grande orquestra trabalhando com arranjos para a exibição do espetáculo. A previsão da estreia desta montagem experimental – portanto, com fins acadêmicos e sem intenção em lucros – é entre agosto e setembro de 2016. “A ideia é explorar uma encenação alternativa e diferente. Uma vez me disseram que o “futuro do teatro musical é explorar novos espaços” e eu concordo. Então não será num palco italiano convencional, diferente do Into The Woods, por exemplo. Acho que o público vai se surpreender com a arquitetura cênica desse ano! A ideia é quebrar mais ainda os paradigmas de “tem que ser feito/copiado/remontado”. Irei dar a minha leitura da obra e sei que vai ser bem chocante e sensorial. Impossível de ver uma só vez. O público verá/sentirá algo que nunca viu antes“.
FB_IMG_1451413346715

Cena da montagem de “Into The Woods”, produzida pelo Utópico Coletivo de Teatro

Acompanhe o B! para saber todos os detalhes desta nova produção do cenário carioca de teatro musical.
Anúncios

E você? O que achou da matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s