Com produção local, infantil “Lampiãozinho e Maria Bonitinha” faz única apresentação em BH

Musicais autorais e com trilhas originais são o grande desafio para os produtores que querem conquistar o público. Em Belo Horizonte, ha alguns anos, a Cyntilante Produções vem enfrentando a dificuldade e apostando nesse perfil, a tirar como exemplo a montagem “Eu Não Sou Cachorro Não”, e o premiado infantil “Lampiãozinho e Maria Bonitinha”, que homenageia a cultura brasileira e realiza uma unica apresentação na cidade neste domingo, 04.

Fernando Bustamante

Crédito: Cyntilante Produções

“As peças autorais são fundamentais para a construção de uma identidade artística, calcada na experimentação que vai desde a dramaturgia, até a direção artística. Se tratando de musical, os maiores desafios são: a carência de compositores e de dramaturgos com experiência, dispostos a apostarem nesse caminho.”– conta o produtor Fernando Bustamante.

 

“Lampiãozinho e Maria Bonitinha”

O musical conta a história do cangaço, porem, adaptada para o mundo dos insetos, fazendo alusões a fatos, costumes e curiosidades da cultura nordestina, sempre de forma descontraída e lúdica. A aventura tem início na pequena cidade de Vila Bela do Melado, e se desenrola por todo sertão, onde o bando de Pirilampo Lampião, um misto de justiceiro e assaltante, se esconde e é perseguido pela polícia volante do tenente Muriçoca Bezerra. Nesse mundo de insetos, os personagens usam como armamento: bombas de inseticida, como se fossem espingarda, mata-moscas como peixeiras, e grandes bodoques de “gravetos” como pistolas, e para a munição, recorrem a sementes de seriguela, umbu e melancia.

Lampiãozinho - Foto de Cynthia Dias 2

Crédito: Cynthia Dias

Durante a historia, referências aos personagens históricos estão constantemente presentes: Marimbondos Revolucionários da Coluna Prestes, Maria Joaninha, Corisquinho Fogoió, Sargento Rufino Muriçoca, Padim Ciço Louva-Deus, e muitos outros. O romance entre Lampião e Maria Bonita também é levado ao palco com muito humor e fantasia.
Em cena, estão os atores Kênya Costa, Raíssa Alves, Maria Tereza, Enedson Gomes, Jairice Baptista, Wagner Braga e Joubert Oliveira.

Lampiãozinho - Foto de Cynthia Dias 3

Credito: Cynthia Dias

Considerado um dos principais projetos do gênero infantil no Brasil, o Diversão em Cena ArcelorMittal é viabilizado por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, e tem como objetivo, contribuir para a formação de público com espetáculos de qualidade. Em uma maratona cultural, o projeto traz a Belo Horizonte, pelo quinto ano consecutivo, uma programação com mais de 35 espetáculos infantis todos os finais de semana, até o mês de novembro.

Ficha Técnica:

Direção: Yuri Simon
Texto e Musicas: Leo Mendonza
Figurino: Alexandre Colla
Cenario: Heleno Polisseni
Iluminação: Yuri Simon
Produção: Fernando Bustamante
Realização: Cyntilante Produções

Flyer 10x15cm Lampiãozinho Virtual

Serviço:

“Lampiãozinho e Maria Bonitinha”
Teatro Bradesco - Centro Cultural Minas Tênis Clube
Rua da Bahia, 2244 – Lourdes

Quando: 04 de maio – Domingo, as 16h
Entrada: 20 reais (inteira)
Duração: 60 minutos
*Classificação Livre
Anúncios

E você? O que achou da matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s