“A Madrinha Embriagada” estreia em São Paulo

Aconteceu na tarde de terça-feira, 13, a coletiva de imprensa do espetáculo musical “A Madrinha Embriagada”, adaptada e inspirada em uma comédia musical dos anos 20, escrita por Bob Martin e Don Mc Kellar.

Elenco

A trama que se passa em 1928, começa em tempo atual e gira em torno de um personagem que atende por “Homem da Poltrona”, interpretado brilhantemente por Ivan Parente; Um solitário e aficionado por peças musicais, que em uma noite qualquer, escolhe ouvir o duplo LP de um dos seus preferidos, o fictício “A Madrinha Embriagada”, que na história, estreou no Theatro São Pedro, na Barra Funda.

DSC00668-001

Ele encosta a agulha no disco de vinil e segundos depois, os personagens surgem no palco, mais precisamente na sala de sua casa, dando início ao número de abertura, que se passa no dia do casamento de Roberto Marcos, personagem sapateador de Frederico Reuter, Jane Valadão, protagonizada graciosamente por Sara Sarres. Jane é uma estrela da Broadway que anuncia o fim de sua carreira pelo matrimônio, mas sua decisão e a união do casal acabam por desagradar alguns convidados, o que desencadeia uma serie de divertidas confusões, encenadas em números musicais interpretados por todo o elenco, personagens fundamentais da história e que entram e saem de cena pela porta da geladeira do “Homem da Poltrona” que durante todo o espetáculo nada canta, apenas conta.

 “Quando li as primeiras páginas da adaptação do Miguel eu me apaixonei, mesmo sabendo que meu personagem não iria cantar, porque quando o narrador conta a história, que é também a história dele, ele acaba cantando por dentro”, disse Ivan Parente, emocionado.

Para Sara, ter aceito protagonizar esse projeto tem um diferencial especial e que vai além de estar em cena, tem a ver também com a ideia de fazer parte da iniciativa inovadora da Fiesp e do Sesi- SP, de mudar a história do teatro musical brasileiro:

“A paixão por esse texto e por tudo que está acontecendo por trás dessa história que o Sesi-SP está ajudando a construir no teatro musical, não me deixou dúvidas. Eu me entreguei no primeiro segundo e estou imensamente feliz e orgulhosa por fazer parte desse projeto”.

DSC00691

Dirigido e versionado por Miguel Falabella, ele optou por manter no espetáculo sua mensagem principal e a divertida essência da premiada montagem original da Broadway, The Droesy Chaperone, porém, ele a transportou para a “São Paulo dos anos 20”, com ares da Semana de Arte Moderna, e usando como cenário um típico casarão na Avenida Paulista, além de fazer adaptações como a “reconstrução” de alguns personagens e de “abrasileirar” seus nomes.

 Na minha adaptação, fazer esse espetáculo na Avenida Paulista, na frente do MASP, sem nada, sem mostrar o modernismo que foi a grande expressão dos anos 20 na cidade de São Paulo não faria sentido.

musical é uma homenagem a uma falange muito especifica do teatro, uma falange que o Brasil conheceu muito no inicio do século passado, esse grupo de profissionais que trabalharam no teatro musical, o tipo específico de atores da comédia musical. Na verdade o que nós estamos assistindo é uma homenagem aos profissionais com quem trabalhei“, explica Miguel.

No palco, acontece um encontro de novos talentos com a nata do teatro musical brasileiro, como Saulo Vasconcelos e Kiara Sasso, que se encontram mais uma vez nos palcos. Saulo, que interpreta o Sr. Iglesias, produtor e dono do teatro, faz uso de um sotaque, diferente do que tinha seu último personagem, Bob, em “Priscilla, Rainha do Deserto”, e Kiara, que dá vida a Eva, a corista loira e sem talento para a arte, se arrisca em uma personagem diferente de tudo que já fez, não pela veia cômica, já apresentada em cena no papel da hippie Jeannie , em “Hair”, mas pela composição de sua personagem em si, que brilha.

“Eva é hilária, só fala besteira e tem tiradas incríveis. Por causa dela, estou casando com o Saulo pela quinta vez nos palcos. A posição vocal que eu uso para ela nem exige tanto da minha voz, então me preocupei mais com a dança, algo que não fazia tão intensamente há muito tempo. Nos ensaios, ou eu cantava ou dançava, não conseguia fazer os dois e aos poucos criei físico para conseguir fazer isso de novo”, conta Kiara.

DSC00788

Ao lado da renomada dupla estão também Cleto Baccic (Adolpho), Stella Miranda (A Madrinha), Ivana Domenyco (Madame Francisca), Fernando Rocha (Jorge, o padrinho), Edgar Bustamante (Agildo, o mordomo), Adriana Capparelli (Dora, a aviadora), Rafael Machado (Padeiro), Daniel Monteiro (Padeiro), Andrezza Massei (Cover da Madrinha, Madame Francisca, Dora), Luana Zenun (cover e ensemble), Jana Amorim (cover e ensemble), Elton Towersey (cover e ensemble), Will Anderson (cover e ensemble), Luiz Pacini (cover e ensemble), Jesse Scarpellini (cover e ensemble), Anelita Gallo (swing), Carol Costa (swing), Ditto Leite (swing) e Max Oliveira (swing).

Para musicar a história, uma orquestra formada por 16 músicos interpretam ao vivo as 18 canções do espetáculo, que tem a direção musical de Carlos Bauzys, as coreografias de Kátia Barros, a direção cênica de Floriano Nogueira, os cenários assinados por Renato Theobaldo e Beto Rolnik, a iluminação por Fábio Retti, o design de som por Gabriel D’Angelo e os figurinos assinados pelo famoso estilista Fause Haten, que imprimi sua marca em mais um musical.

DSC00675

“A Madrinha Embrigada” é uma produção do Atelier de Cultura, do ator Cleto Baccic, que também assina a direção geral da produção, em parceria com a FIESP e o SESI-SP, os realizadores do projeto; Juntos eles reuniram grandes estrelas em prol de um projeto pioneiro: proporcionar interação e a oportunidade de ir ao teatro gratuitamente durante toda a temporada, formando assim novos públicos.

A coletiva contou com a presença do Superintendente operacional do Sesi-SP, Walter Vicioni Gonçalves, e do Diretor titular do Departamento de Infraestrutura da Fiesp (Deinfra), Carlos Cavalcanti, que falaram sobre as expectativas da estreia, da temporada e do projeto; Se apresentaram também os membros da equipe criativa do espetáculo, composta por Miguel Falabella (diretor e versionista), Cleto Baccic (diretor de produção), Kátia Barros (coreógrafa), Floriano Nogueira (Diretor Cênico), Carlos Bauzys (Diretor Musical e Maestro), a responsável pelas músicas e letras originais, Lisa Lambert, e o autor do texto Don Mc Kellar, que contou um pouco como surgiu o espetáculo.

“Esse espetáculo foi escrito por mim e pela Lisa como um presente de casamento para um amigo, apresentamos pela primeira vez na festa de despedida de solteiro dele, e as pessoas gostaram tanto que depois fizemos uma pequena produção, depois uma um pouco maior, e de repente estávamos na Broadway.

Desde o começo sempre foi uma produção gratuita, ela é sobre o amor e o amor ao teatro. Essa é uma peça para pessoas que amam musicais ou que os odeiam, mas é bem legal como um primeiro musical para uma pessoa gostar”, explica Don Mc Kellar.

Os atores Saulo Vasconcellos, Sara Sarres, Kiara Sarro, Cleto Baccic, Ivan Parente, Paula Capovilla, Frederico Reuter e Stella Miranda também conversaram com a imprensa, após apresentarem dois números musicais: “Não quero me expor” e “Surpresa Fatal”. → Veja fotos em nossa Fanpage.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O espetáculo, que tem feito sessões especiais para convidados durante toda essa semana, estreia oficialmente para o público no sábado, 17, com os ingressos já esgotados para o mês de agosto. Reservas para setembro podem ser feitas a partir do dia 20 – pela internet, no site do SESI-SP, e cada CPF cadastrado tem direito a 1 par.

Serviço:

Teatro do Sesi-SP → Av. Paulista, 1313
Sessões para escolas: quintas e sextas-feiras às 15h
Sessões para o público: quartas a sextas às 21h, sábados às 16h e 21h e domingos às 19h
Ingressos gratuitos
Temporada: 17 de agosto de 2013 a 29 de junho de 2014

Anúncios

Uma resposta para ““A Madrinha Embriagada” estreia em São Paulo

  1. Pingback: “A Madrinha Embriagada” abre sessão extra | A Broadway é Aqui!·

E você? O que achou da matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s