Novata nos musicais, Yasmin Gomlevsky imprime sua marca ao gênero

Estreante no universo do teatro musical com “Rock in Rio – O Musical”, Yasmim Gomlevsky é o exemplo do perfil de atriz que se desenha para o mercado teatral brasileiro no médio e longo prazo, cada vez mais focado nos musicais. A jovem que escreve poesias e caiu de para-quedas no espetáculo produzido pela Aventura Entretenimento conta para o A Broadway é Aqui! como foi o processo de preparação para a peça e os principais desafios.

Anne_Frank_2

Milton Gonçalves e Yasmin Gomlevsky em “O Diário de Anne Frank”

O teatro começou cedo na vida de Yasmin Gomlevsky, irmã do ator Bruce Gomlevsky, a atriz cresceu vendo de perto o trabalho dele, até que o próprio a levou ao Teatro Tablado, quando ela tinha 13 anos. Em paralelo, Yasmim também frequentou a Casa de Artes das Laranjeiras (CAL). Aos 16 anos realizou o seu primeiro trabalho profissional como protagonista da peça “O diário de Anne Frank”, interpretando o papel título, pelo qual recebeu uma indicação de Melhor Atriz no Prêmio Qualidade Brasil 2010.

O espetáculo foi produzido pelo irmão da atriz e contou com a participação dos atores Milton Gonçalves, Pierri Baitelli e do diretor norte-americano Robert Castle. Em seguida, Yasmin participou de outra peça com texto clássico, “Cyrano de Bergerac”, dirigida por João Fonseca (Tim Maia – Vale Tudo e Rock in Rio – O Musical).

A princípio, a atriz não tinha planos de ingressar no elenco do musical que remete ao maior festival de música do planeta.“Eu fazia aulas de canto e havia completado um ano, na época em que abriram as audições para o Rock in Rio. Eu me lembro que ficava muito nervosa, ainda mais diante de uma banca… Cantar para uma plateia de mais de mil pessoas é muito diferente de cantar para uma bancada de teste, relembra a atriz sobre o processo seletivo para o musical.

Identificação com a personagem

yasmin

Ao ser aprovada para o papel de Sofia, protagonista de “Rock in Rio” e filha do organizador do festival de música, Yasmin rapidamente se identificou com a personagem e imprimiu a sua marca sobre ela. “A Sofia e eu vivemos em um universo semelhante, nós duas temos 20 anos e ela é um personagem muito verborrágica. Eu quis dar a ela um ar mais ‘dark’, com as vestimentas pretas, mas acredito que o personagem só exista no papel. Se outra pessoa fizesse a Sofia, ela seria de um jeito diferente, pondera Yasmim.

Ao lado da atriz, está um elenco composto por novatos e veteranos com diferentes experiências no campo da atuação. Kacau Gomes e Hugo Bonemer, conhecidos pelo teatro musical, e Lucinha Lins, Guilherme Leme e Ícaro Silva, famosos pelo seus trabalhos na TV e no teatro. Eles são os exemplos que comprovam a diversidade do corpo de atores selecionado por João Fonseca.

“Eu acho que esse elenco foi escolhido a dedo pelo João, talvez por ele ser um diretor com uma bagagem maior em teatro. Em relação aos musicais, ele prezou na seleção por atores pelo fato de o ‘Rock in Rio’ ser um espetáculo em que predomina o canto popular, ao invés do modelo tradicional dos musicais” comenta Yasmin sobre a escolha do diretor.

Momentos prediletos do espetáculo

Com um repertório em torno de 50 canções que passaram pelas edições anteriores do festival, algumas músicas são especiais para Yasmin, que na abertura do espetáculo dá vida a Rita Lee, em um sonho do personagem Alef, interpretado por Hugo Bonemer. “Eu amo Rita Lee, a minha adolescência  foi marcada pelos Mutantes. No ‘Rock in Rio’ eu também adoro “Every Breath” , “Ovelha Negra” e “Wonderwall” (abaixo), a minha cena predileta ao lado do Hugo e a que foi mais interessante de construir”.

Foto: Guga Melgar

Foto: Guga Melgar / Veja RIO

Após a temporada de estreia na Cidade das Artes, o musical permanece em cartaz até o fim de julho no Teatro Alfa, em São Paulo. Além das mudanças no repertório de canções ena  duração da peça, outra significativa mudança no trabalho de Yasmin e dos outros atores do elenco foi a redução do tamanho do palco para temporada paulista. “Eu acredito que no Teatro Alfa, a proximidade com a plateia é maior, mais intensa. Essa peça é muito olho no olho, até na interpretação dos atores. Com um espaço menor, ganhamos mais contato”, ressalta a atriz.

Foco no mercado

Além dos trabalhos como atriz, Yasmin investe sua criatividade e tempo livre no blog “Cheias de Manga“”, onde publica textos e poesias que pretende lançar em um livro. Mas mesmo com o sucesso que tem feito na pele da personagem, a atriz acredita que interpretar um protagonista em um musical vai além de uma questão de talento e preparação, é também uma escolha da direção. “Eu me considero sortuda  por ter aparecido um papel no qual eu pude me encaixar e sou grata por terem creditado à mim a responsabilidade de representar a marca ‘Rock in Rio’. É um peso muito grande, a gente carrega conosco um produto também”, reconhece a atriz sobre o seu trabalho.

Apesar de gostar de musicais, Yasmin tem preferência por espetáculos nacionais, como as produções de Chico Buarque “Gota D’água” e “Ópera do Malandro“; Contudo, ela que não se declara uma grande fã de musicais estrangeiros, não se importaria de participar de adaptações destes musicais no Brasil.

“Os musicais são o ‘must’ do momento e como profissionais, vemos esse fenômeno como um nicho de mercado onde podemos nos inserir. Fazer teatro no Brasil não é muito fácil, às vezes acaba sendo um negócio entre amigos e os musicais acabam dando oportunidade para participarmos de produções pelo nosso próprio talento. Não descarto a possibilidade de fazer testes e trabalhar nos próximos musicais que estão por vir”.

Anúncios

E você? O que achou da matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s