A poesia de Clara Nunes cantada em um musical

Os palcos brasileiros definitivamente estão cada vez mais interessados em recontar de forma cantada, histórias autobiográficas de grandes ícones da nossa música. Em 2013, será a vez de Clara Nunes, a famosa “dama do samba”, ter sua história exposta no teatro… Em tributo aos 70 anos que faria e aos 30 anos de sua morte, ela que foi a primeira cantora do Brasil a vender mais de 300 mil cópias, terá sua vida e obra eternizada em uma homenagem musicada que levará o nome de Clara Nunes – Canto de uma Nação Brasileira”. Seu sucesso foi responsável por espalhar nossa cultura pelo mundo, levando ela e sua música a diversos países como Angola, Suécia, Japão, Portugal, França, entre outros.

Clara Nunes - O musical
Foto: Reprodução

O musical é um projeto da Dona Sinhá Produções Artísticas, que recebeu autorização para captar R$ 1.576.750,00 pela Lei Rouanet e fazer tudo acontecer para Agosto do ano que vem. A ficha técnica ainda não tem divulgação oficial, mas as audições já estão previstas para maio de 2013, acontecerão na Casa do Zezinhodirecionando-as especialmente aos jovens da região do Capão Redondo: atores, cantores e bailarinos envolvidos com a ONG poderão participar.

Fabiano Medeiros, já conhecido por outros projetos paralelos ligados a ela, é parte da alma do espetáculo. No palco, ele será um poeta sem nome, um escritor apaixonado por Clara Nunes, que ao receber a notícia de sua morte, passa a reviver e contar a trajetória da estrela. Através de sua obra, ele descobre e redescobre seu país cheio de riquezas culturais, em costumes e belos textos, cheios de prosa, rima e poesia. A história acontece como um relato de fatos pessoais, fazendo um paralelo com os do povo brasileiro, começando na cidade de Caetanópolis – Minas Gerais, onde Clara confidenciou que gostaria de encerrar sua carreira, cuidando de uma creche, devido a sua impossibilidade de ter filhos. A primeira cena se passa em 25 de Dezembro de 1982, em pleno Natal, na casa de sua irmã e madrinha Mariquita. A família de Clara terá um destaque especial na obra e seus pais, Manuel e Amélia, serão homenageados através da referencia visual e musical da tradicional festa “Folia de Reis”, pois sua mãe era religiosa e seu pai um dos tradicionais violeiros da festa. Outro cenário importante será a quadra da escola de samba Portela, onde a cantora recebeu o título de “A Dama do Samba” , essa passagem contará a marcante fase “azul e branca” da cantora, e fechando com chave de ouro, os últimos anos de sua carreira serão representados em meio a grandes festas populares, com cenários coloridos e alegres, que mostrarão referências sobre Clara e alguns ritmos musicais brasileiros, como o forró, o maracatu e a congada.

Clara Nunes
Foto: Divulgação

Um espetáculo musical em estilo documentário, repleto de simbologia e misticismo como roupas e ritos, referências afro e boa música; No palco, contarão em forma de canção a história de vida da “Guerreira”, que entoou o canto de todos os cantos, cantou o povo, as raízes, as esperanças e alegrias, cantou as lutas e as dores além de contar também os amores, momentos de uma vida inteira através da eterna PPB”: a Poesia Popular Brasileira…

Anúncios

Autor: Grazy Pisacane

Jornalista Cultural, Assessora de Imprensa de Teatro Musical e Empresária.

E você? O que achou da matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.