B!WorldBroadwayCoronavirusInternacionalMusicais

Coronavírus fecha a Broadway temporariamente e musicais em cartaz na Espanha

Até o dia 12 de abril não acontecerá apresentações em Nova York, já em Madrid, espetáculos como "O Rei Leão" foram cancelados até 25 de março

O novo COVID-19, mais conhecido como coronavírus, segue assustando o mundo e medidas estão sendo tomadas para evitar que o vírus continue a se alastrar. Nos Estados Unidos e na Europa, os espetáculos teatrais estão sendo afetados e, como reúnem muitas pessoas em um local fechado, estão sendo cancelados por prevenção.

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, e a presidente da Broadway League, Charlotte St. Martin, anunciaram nesta quinta-feira (12) que os espetáculos não serão apresentados até o dia 12 de abril. “Estamos adotando novas ações para reduzir a densidade de pessoas em todo o estado”, explicou a autoridade local.

Andrew também afirmou que a partir de sexta-feira (13), às 17h, encontros com 500 pessoas ou mais não serão permitidos no Estado americano. Para os locais com instalações que possuem uma ocupação máxima de até 500 pessoas, será reduzida a capacidade total em 50%. “Para os teatros da Broadway em Manhattan, essas regras entram em vigor hoje (12) às 17h”, ressaltou o governador. A performance de “Moulin Rouge: The Musical” que aconteceria nesta quinta, às 14h, foi cancelada.

“Nossa principal prioridade tem sido e continuará sendo a saúde e o bem-estar dos espectadores da Broadway e das milhares de pessoas que trabalham na indústria do teatro todos os dias, incluindo atores, músicos, ajudantes de palco, camareiros e muitos outros profissionais dedicados”, disse a presidente da Broadway. “Quando nossos palcos forem iluminados novamente, receberemos os fãs de volta com os braços abertos”, acrescentou.

Musical “Six” faria sua estreia oficial na Broadway nesta quinta (12)

Esse anúncio do fechamento temporário da Broadway aconteceu bem no dia em que o musical “Six” faria sua estreia oficial. Outros novos espetáculos afetados foram: “The Minutes”, “Hangmen”, “Company”, “The Lehman Trilogy”, “Diana”, “Mrs. Doubtfire”, “Caroline ou Change” e “Who’s Medraid of Virginia Woolf?” e “Flying Over Sunset”. Ainda não foi divulgado se isso irá interferir nos períodos de previews e nas datas de estreias dos musicais. Quem já tinha comprado ingresso, poderá pedir reembolso ou trocar a data do espetáculo.

Europa em alerta

Na Espanha, o musical “O Rei Leão”, em cartaz há quase nove anos na capital Madrid, também teve suas apresentações canceladas. De acordo com o site Stage Entertainment, o espetáculo está suspenso até o dia 25 de março. Os musicais “Anastasia”, em cartaz no Coliseu, “Billy Elliot”, que está no Novo Teatro Alcalá, e “Ghost”, apresentado no Teatro Gran Vía, também tiveram suas sessões canceladas.

“O Rei Leão” foi um dos musicais que teve apresentações canceladas

Situação no Brasil

Em São Paulo e no Rio de Janeiro, as apresentações seguem acontecendo normalmente, mas alguns Estados do país, apresentações culturais também estão sendo canceladas. O Festival de Curitiba, por exemplo, começaria no próximo dia 24 de março, mas foi adiado para novembro depois que foram confirmados casos de coronavírus no Paraná.

Etiquetas
Mostrar mais

William Amorim

Jornalista com trabalho acadêmico de pesquisa sobre a história do Teatro Musical no Brasil, repórter de entretenimento/cultura no Portal iG, jurado do Prêmio DID e colunista do A Broadway É Aqui!

Artigos relacionados

Comente

Botão Voltar ao topo
Fechar